quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Os padrões da beleza


Se você acha que as meninas magras não têm do que reclamar ou com o que se preocupar em relação ao seu corpo,engana se. Na verdade, algumas de nós magérrimas  não achamos que nossa silhueta é lá essas coisas.  Isso aqui não é um momento deprê ou coisa assim, é só pra mostrar que não é só por que o padrão de beleza atual é magreza que as magras são bonitas e felizes com seu corpo. Vejamos algumas situações que acontecem comigo 
Vou numa loja e vejo um jeans lindo. Pergunto se tem o meu tamanho, espero que por enquanto 34, e a vendedora diz que só tem o 36,38...
Depois eu encontro calças que cabem em mim, só que elas são cheio de frescuras que eu ñ gosto tamanho 14 ou 16, que não vão ficar nenhum pouquinho legais , Quando vou comer com a família, sempre alguém comenta: “Tá fazendo regime?” ou “Não ta querendo engordar, é?”. Já cansei de responder sem graça: “Eu como pouco mesmo”.
Eu sempre levo numa boa, mas o que me deixa profundamente pra baixo é quando algum sem-noção pergunta se eu não estou com anorexia. Fala sério! Anorexia não é ser magra e sim a obsessão com isso, uma distorção da própria imagem que faz a vítima se achar sempre gorda mesmo estando dentro do peso normal. As pessoas fazem esse tipo de comentário sem se dar conta de que nem todo mundo é X ou Y fisicamente por que quer.
Pois é meninas, antes de se atacarem por que apareceu um culote, lembrem-se de que nem tudo é perfeito e que todos têm problemas ou defeitos, aliás, “defeito” é uma definição que alguém arranjou para denominar aqueles que não estão dentro dos padrões e nós acabamos acreditando nisso. É por isso que as pessoas reclamam porque são baixas, altas, magras, gordas, etc. puramente por estarem fora dos “padrões” acabam se achando feias. Tem tantas pessoas bonitas que estão fora dos “padrões”. 
Se cuidem, por que eu vou sem desespero nenhum em busca de caber num jeans 36 sem deixar de aproveitar a vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário